Presidente de Israel envia condolências a Obama por ataque em Orlando

Jerusalém, 13 jun (EFE).- O presidente de Israel, Reuven Rivlin, lamentou o massacre na boate gay de Orlando e mostrou suas condolências a seu colega americano, Barack Obama.

"Este ataque contra a comunidade LGTB de Orlando é tão covarde como aberradora", criticou em comunicado divulgado na noite passada dirigido a Obama, no qual expressou que "o povo israelense se mantém ombro a ombro com nossos irmãos e irmãs americanos na luta moral e justa contra toda forma de violência e ódio".

Rivlin expressou seus pêsames às famílias das vítimas e espera "uma pronta recuperação dos feridos".

Na noite do sábado ao domingo um homem identificado como Omar Mir Seddique Mateen, nascido em 1968 e americano de origem afegã, entrou na boate Pulse de Orlando com um fuzil e uma pistola, e abriu fogo contra os presentes.

A Polícia informou que 50 pessoas foram mortas e 53 ficaram feridas.

O tiroteio é investigado pelas autoridades como um ato de terrorismo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos