Putin envia a Obama condolências pelo massacre de Orlando

Moscou, 13 jun (EFE).- O presidente da Rússia, Vladimir Putin, expressou suas condolências a seu colega americano, Barack Obama, e ao povo desse país pelo massacre que aconteceu na cidade de Orlando.

Em um telegrama enviado ontem à noite, Putin qualificou o acontecido de "crime bárbaro" e afirmou que a Rússia compartilha a dor e a tristeza dos familiares das vítimas, segundo informou o serviço de imprensa do Kremlin.

Também deseja uma pronta recuperação aos feridos no ataque relaizado em uma boate gay de Orlando.

O suspeito do tiroteio, que aconteceu na madrugada do sábado para domingo, foi identificado como o americano de origem afegão Omar Mir Seddique Mateen, de 29 anos e que morreu durante confronto com a Polícia.

O grupo terrorista Estado islâmico (EI) assumiu ontem a autoria do massacre, segundo a agência de notícias vinculada aos jihadistas, a "Amaq", ao assegurar que o ataque foi obra de um de seus "combatentes".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos