Artilharia turca e caças matam 5 supostos membros do EI na Síria

Istambul, 14 jun (EFE).- Um ataque combinado de artilharia da Turquia e de aviões da coalizão internacional anti-jihadista resultou na morte de cinco supostos milicianos do Estado Islâmico (EI) no norte da Síria, segundo fontes militares citadas nesta terça-feira pelo jornal turco "Hürriyet".

O ataque aconteceu ontem, depois que os sistemas de vigilância turcos detectaram unidades do EI no noroeste da Síria que se preparavam para lançar morteiros contra o território turco.

Um ataque combinado de lança-foguetes turcos do tipo "firtina" e de aviões da coalizão internacional anti-jihadista, que opera a partir de bases aéreas turcas, conseguiu destruir 13 alvos do EI, concretamente dois veículos armados da milícia, oito edifícios e três posições de morteiros.

Nos últimos meses foram frequentes os ataques do EI contra a cidade turca de Kilis, situada a cinco quilômetros da fronteira, com morteiros do tipo 'Katyusha', montados sobre caminhonetes.

Por outro lado, foram detidos ontem em Kilis dois supostos membros do EI que tinham acabado de entrar na Turquia vindos da Síria, segundo o jornal pró-governo e sensacionalista "Yeni Safak".

Segundo esta publicação, que não cita fontes, os dois detidos formavam uma equipe de assassinos de aluguel e se encontravam em posse de duas armas com silenciador e uma longa lista de alvos, entre eles deputados e jornalistas turcos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos