Ataques da guerrilha curda na Turquia deixam um morto e quatro feridos

Istambul, 15 jun (EFE).- Um guarda rural turco morreu e outros quatro membros das forças de segurança ficaram feridas nesta quarta-feira em dois ataques da guerrilha do Partido de Trabalhadores de Curdistão (PKK) no sudeste da Turquia.

Em um dos ataques, ocorrido hoje ao meio-dia na província sudeste de Mus, um grupo de rebeldes do PKK se aproximou de um veículo em um posto da gendarmaria e o atacou com lança-granadas e armas automáticas.

Um guarda da milícia curda pró-governo conhecida como "korucu" (atentos) morreu na troca de fogo e outro ficou ferido, enquanto os agressores escaparam, informa o jornal "Hürriyet".

Horas antes, três soldados ficaram feridos com a explosão de uma bomba colocada na passagem de seu veículo em uma estrada entre os municípios de Semdinli e Yüksekova, na província de Hakkari.

A bomba, de fabricação caseira, explodiu durante a passagem do blindado militar, uma tática típica do PKK nas regiões montanhosas do sudeste da Turquia.

Um ataque muito similar deixou ontem seis policiais feridos, dois deles em estado grave, em uma estrada da vizinha província de Van, informa o jornal "Habertürk".

Desde que o PKK e o Estado turco romperam em julho do ano passado um cessar-fogo durava mais de dois anos e meio, morreram cerca de 400 uniformizados, um número indeterminado de guerrilheiros e centenas de civis no conflito.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos