Aproximadamente 40 militares sírios são mortos em combates com o EI

Beirute, 16 jun (EFE).- Pelo menos 40 soldados das forças governamentais da Síria morreram nas últimas horas em combates e atentados do grupo terrorista Estado Islâmico (EI) e da Frente al Nusra, filial da Al Qaeda neste país, informou nesta quinta-feira o Observatório Sírio de Direitos Humanos (OSDH, sigla em inglês).

Pelo menos 12 seguidores do regime de Damasco, tanto de nacionalidade síria como estrangeira, morreram nos confrontos contra a Frente al Nusra na região de Maarata, no sul da província de Aleppo.

Com estes mortos, sobe para 45 o número de vítimas nas fileiras governamentais, entre os quais há oito membros da organização xiita libanesa Hezbollah, desde a última terça-feira no sul de Aleppo.

O OSDH destacou que também há mortos da Frente al Nusra, mas não foi divulgada a quantidade.

Por outro lado, pelo menos 28 soldados leais ao governo sírio morreram ontem após a explosão de dois carros-bomba no leste da cidade monumental de Palmira, na província central de Homs.

Apesar deste ataque cometido pelo EI, as autoridades têm feito progressos na área de Al Tilila naquela região.

Os confrontos estão concentrados na área de Al Arak e nos campos de petróleo no leste de Homs.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos