Chefe da CIA alerta sobre capacidade do EI de promover atentados no Ocidente

Washington, 16 jun (EFE).- O diretor da CIA (agência de inteligência americana) dos Estados Unidos, John Brennan, alertou nesta quinta-feira que o Estado Islâmico (EI) tem um "grande grupo de combatentes ocidentais" com capacidade para realizar atentados por sua conta contra países do Ocidente.

"Achamos que o Estado Islâmico está treinando e tentando implementar operações para novos ataques. O Estado Islâmico tem um grande número de combatentes ocidentais que poderiam servir como agentes para ataques no Ocidente", afirmou Brennan em pronunciamento na Comissão de Inteligência do Senado.

"O grupo provavelmente está explorando uma variedade de métodos para se infiltrar no Ocidente, incluindo fluxos de refugiados, rotas de contrabando e métodos legítimos de viagem", acrescentou.

Brennan afirmou que os EUA e seus aliados progridem em sua ofensiva contra o EI com ataques contra a estrutura financeira do grupo terrorista, embora esses avanços não tenham diminuído a capacidade do grupo terrorista de realizar atentados em diferentes partes do mundo.

"Infelizmente, apesar de todos nossos avanços contra o Estado Islâmico no campo de batalha e no âmbito financeiro, nossos esforços não reduziram a capacidade terrorista do grupo e seu alcance global", afirmou Brennan.

Neste sentido, segundo o chefe da CIA, o EI deveria sofrer perdas ainda maiores de território, mão de obra e dinheiro para diminuir sua capacidade terrorista.

O pronunciamento no Congresso de Brennan aconteceu alguns dias depois do massacre ocorrido em Orlando (Flórida, EUA), onde 49 pessoas morreram e mais de 50 ficaram feridas em um tiroteio em uma boate frequentada por homossexuais.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos