Polícia francesa prende homem que planejava cometer atentado

Paris, 16 jun (EFE).- A polícia francesa deteve nesta segunda-feira em Carcassonne, no sul da França, um jovem de 22 anos que planejava atacar turistas britânicos e russos antes de atentar contra as forças da ordem, informou a imprensa local nesta quinta-feira.

O homem fazia parte de uma ficha de acompanhamento por radicalização e foi detido em meio a uma investigação preliminar aberta pela promotoria antiterrorista de Paris, detalhou a emissora "I-Télé".

O jornal "La Dépêche du Midi" afirmou que o detido se converteu ao islã em 2014 e se radicalizou muito rápido pela internet. O homem estava em posse de uma faca e um martelo quando foi preso.

O jovem é natural de Lunel, no sudoeste da França, tinha antecedentes psiquiátricos e havia sido diagnosticado com esquizofrenia.

Fontes policiais citadas por "I-Télé" explicaram que o suspeito apresenta o perfil típico de indivíduo que decide atentar sem ter preparação ou um projeto terrorista de grande envergadura.

Esse foi o caso do jihadista Larossi Abballa, que na segunda-feira assassinou um casal de policiais diante do filho das vítimas em Magnanville, cerca de 50 quilômetros ao noroeste de Paris, e que disse agir em nome do grupo terrorista do Estado Islâmico (EI).

Abballa foi morto por agentes franceses horas depois do crime e a detenção dos três homens de 27, 29 e 44 anos presos na terça-feira por estarem vinculados a ele foi prolongada por mais 48 horas nesta quinta-feira.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos