Maduro acusa opositores de sabotar diálogo patrocinado pela Unasul

Caracas, 18 jun (EFE).- O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, disse neste sábado que a oposição sabota o diálogo que tentou estabelecer a União de Nações Sul-Americanas (Unasul) entre o governo e a oposição como um caminho de solução para a crise que o país atravessa .

"Estão sabotando os diálogos da República Dominicana, querem destruir a comissão internacional de soberania e de paz que nos está acompanhado e ajudando e, eu pessoalmente faço este apelo ao senhor Ramos Allup (presidente do Parlamento) e ele foge do diálogo", disse Maduro em rede nacional de rádio e televisão.

Segundo Maduro, a oposição tem medo da paz e insistiu que não quer dialogar apesar dos três apelos públicos que lhe fez.

A Unasul junto com os ex-presidentes da Espanha José Luis Rodríguez Zapatero, da República Dominicana Leonel Fernández, do Panamá Martín Torrijos, se reuniram com a oposição e o governo, separadamente, na República Dominicana, com a intenção de promover um diálogo entre as partes.

No entanto, até o momento tal mecanismo não pôde ser concretizado, devido a que ambos os setores se acusam de não querer dialogar, apesar de dizer estarem dispostos ao diálogo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos