Polícia alemã dissolve protesto ultradireitista em Bremen e prende 43 pessoas

Berlim, 19 jun (EFE).- A Polícia de Bremen, no norte da Alemanha, prendeu 43 pessoas após encerrar um protesto de ultradireitistas mascarados que levavam tochas nas imediações da universidade local.

Foram detidos temporariamente 37 homens e seis mulheres, informaram fontes policiais, segundo as quais as forças de segurança precisaram enviar um forte contingente para o distrito universitário de Bremen para dissolver a manifestação.

Os participantes do protesto levavam tochas, lançaram rojões e distribuíam adesivos com palavras de ordem que insultavam movimentos antifascistas, com o objetivo de provocar estudantes de esquerda.

Na operação, que não produziu incidentes, não houve feridos. Os agentes, no entanto, apreenderam "objetos relevantes", de acordo com comunicado emitido pela Polícia de Bremen.

Os manifestantes têm relação com a organização local próxima ao grupo de extrema-direita Patriotas Europeus contra a Islamização do Ocidente (Pegida).

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos