Ataque suicida contra ônibus em Cabul mata 14 pessoas

Cabul, 20 jun (EFE).- Pelo menos 14 pessoas morreram e outras oito ficaram feridas nesta segunda-feira depois que um suicida detonou os explosivos que levava em um ônibus no qual viajavam guardas de segurança estrangeiros em Cabul, informaram fontes oficiais.

O ataque aconteceu no começo da manhã no leste da capital afegã, e foi dirigido contra o ônibus no qual viajavam presumivelmente guardas nepaleses, afirmou à Agência Efe o chefe do Departamento de Emergência da Polícia no Ministério do Interior afegão, Homayoon Aini.

"Quatorze mortos e oito feridos no ataque terrorista de hoje em Cabul segundo a informação inicial", afirmou em sua conta no Twitter o porta-voz do Ministério do Interior, Sediq Sediqqi, acrescentando que a Polícia está tentando identificar as vítimas.

Segundo o chefe do Departamento de Emergência, o agressor suicida seguia "aparentemente a pé" quando detonou os explosivos perto do ônibus que transportava os guardas destinados à proteção de ONGs e instituições oficiais.

Os talibãs reivindicaram o ataque suicida "contra os invasores estrangeiros" em mensagem divulgada por um de seus porta-vozes, Zabiullah Mujahid, na qual afirmou que "mais de 20 guardas foram mortos e feridos".

A instabilidade no Afeganistão tem aumentado desde o fim da missão militar da Otan em dezembro de 2014 e os talibãs foram avançando no controle do país assim como na frequência e tamanho dos atentados nas grandes cidades.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos