Primeiro-ministro belga diz que situação está controlada após alerta de bomba

Bruxelas, 21 jun (EFE).- O primeiro-ministro da Bélgica, Charles Michel, assegurou nesta terça-feira que a situação está sob controle após o alerta de bomba desta manhã no centro comercial City 2, em Bruxelas, e a detenção de um suspeito, que não seria terrorista, mas uma pessoa com certo desequilíbrio mental, segundo informações de alguns veículos de imprensa.

"A situação por enquanto está sob controle", afirmou Michel em entrevista à emissora "RTL".

O Órgão de Coordenação de Análise de Ameaças (OCAM) não elevou o alerta de risco por atentado terrorista, que se encontra no nível 3 de uma escala de 4.

O primeiro-ministro não quis dar mais detalhes do ocorrido e se limitou a dizer que os serviços de segurança permanecem em alerta e que a Promotoria Federal da Bélgica informará sobre o caso nas próximas horas.

Segundo alguns veículos de imprensa, as forças de segurança confirmaram que o suposto cinto de explosivos que estava com o suspeito é falso.

O próprio suspeito chamou a polícia por volta das 5h30 (horário local) e indicou que levava consigo um cinto de explosivos, o que obrigou a estabelecer um perímetro de segurança, fechar a estação de metrô de Rogier, próxima ao centro comercial, e a interditar várias ruas das região.

A Bélgica vive uma situação de tensão máxima desde uma grande operação antiterrorista realizada no último sábado, quando 40 pessoas foram detidas e três seguem em poder da Justiça acusadas de tentativa de assassinato.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos