Terrorista belga ameaça entrar na França e deixa polícia em alerta

Paris, 21 jun (EFE).- A polícia da França recebeu uma mensagem alertando que o jihadista belga Oussama Atar, primo de dois dos terroristas suicidas que cometeram os atentados de Bruxelas no dia 22 de março, estaria tentando entrar no país a partir da Síria.

O jornal "Le Parisien" publicou nesta terça-feira o conteúdo da mensagem, que tem palavras de ordem de detê-lo, sob a advertência que é um "combatente estrangeiro perigoso e armado" que pode tentar chegar na França.

Condenado a dez anos de prisão, Atar cumpriu uma parte de sua pena no Iraque, em Bucca, onde esteve com o atual chefe do Estado Islâmico (EI), Abu Bakr al Baghdadi.

Oussama Atar conseguiu voltar para a Bélgica em 2012, após uma campanha midiática feita por sua família, e um ano mais tarde foi detido por tentar se unir a um grupo de jihadistas na Tunísia.

Ele é primo de Ibrahim e Khalid El Bakraoui, responsáveis pelo atentado no aeroporto e metrô de Bruxelas, no mês de março.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos