UE R.UNIDO

Por ocasião do referendo que vai definir se o Reino Unido vai permanecer na União Europeia (UE) ou deixar o bloco, a Agência Efe envia hoje uma série especial de matérias com os seguintes conteúdos:.



CAMPANHA - Londres - A imigração e a economia marcaram os debates da campanha para o referendo britânico da União Europeia (UE), que ganhou tons agressivos e alarmistas com as advertências dos dois lados sobre as consequências para o Reino Unido. Por Viviana García.



CONTINGÊNCIA - Bruxelas - A União Europeia (UE) se prepara como pode para o histórico referendo que o Reino Unido realizará no próximo dia 23 de junho para que seus cidadãos decidam se querem permanecer ou sair do bloco comunitário consciente de que, seja qual for o resultado, levará anos para assimilá-lo. Por María Ruiz Nievas.



CONQUISTAS - Bruxelas - O "cheque" britânico, a rejeição ao euro, as salvaguardas sociais. O Reino Unido sempre fez valer suas peculiaridades para proteger seus interesses em uma União Europeia (UE) cada vez mais integrada, um sentimento de isolamento que pode culminar na saída do sócio mais excêntrico do bloco. Por Rosa Jiménez.



ECONOMIA - Londres - Os favoráveis à permanência na União Europeia (UE) e os adeptos ao "Brexit" (acrônimo em inglês para denominar a possível saída do Reino Unido do bloco) estão radicalmente em conflito por conta das eventuais consequências econômicas de abandonar o bloco comunitário, o que para alguns significaria um desastre e para outros uma libertação nacional. Por Judith Mora.



CONSEQUÊNCIAS - Bruxelas - Políticos e analistas concordam que a ameaça de uma saída do Reino Unido da União Europeia (UE) representa um grande risco para as economias de ambos os lados do canal da Mancha, mas o cenário sobre o que vai acontecer se baseiam por enquanto mais em previsões do que em cálculos consolidados. María Tejero Martín.



POLÍTICA - Londres - Seja qual for o resultado do referendo sobre a permanência do Reino Unido na União Europeia (UE), ele impactará significativamente no poder do político britânico, especialmente o de seu primeiro-ministro, David Cameron, cujo liderança "balançará" se o chamado "Brexit" (acrônimo para a saída do país do bloco) vencer, segundo os analistas. Por Patricia Rodríguez.



EUROPA - Bruxelas - O referendo no Reino Unido será realizado no pior momento possível para a União Europeia (UE), fragilizada por uma crise de refugiados, economia em frangalhos e desemprego ainda elevado, mas também por um crescente populismo e euroceticismo que pode ser agravado por um "Brexit" que obrigaria o bloco a refletir sobre seu futuro. Por Céline Aemisegger.



GIBRALTAR - Londres - Às vésperas do referendo do Reino Unido que vai decidir sobre seu futuro como membro da União Europeia (UE), Gibraltar e Ilhas Malvinas temem que o chamado "Brexit" (acrônimo em inglês para definir a possível saída do bloco) ponha em risco sua relação comercial com os países europeus e reavive os conflitos com Espanha e Argentina sobre sua soberania. Por Guillermo Ximenis.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos