Grécia reconhece que centro de amparo de Kos está há três dias sem água

Atenas, 22 jun (EFE).- O governo grego reconheceu nesta quarta-feira que o centro de amparo de imigrantes na ilha de Kos, no Mar Egeu, está sem água três dias por defeitos na construção das instalações, pelos quais culpa a empresa escolhida para a realização do trabalho.

As autoridades locais comunicaram que deram início a um sistema de caminhões-pipa para proporcionar água aos refugiados do campo, que sofrem com as altas temperaturas do país nos últimos dias.

A Prefeitura de Kos foi informada sobre a existência do problema pela polícia e o prefeito ordenou o transporte imediato de água para evitar mais problemas e tensões no centro, ao mesmo tempo que pediu que todas as autoridades competentes assumam sua responsabilidade.

"A irresponsabilidade (do governo) não tem limites. Primeiro construíram um centro de amparo sem necessidade e pediram a colaboração aos hotéis e agora aparece um problema grave no de fornecimento de água", acusou o prefeito da ilha, Yorgos Kyritsis. EFE

ov-yc/ff

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos