Austrália confirma sequestro de três trabalhadores australianos na Nigéria

Sydney (Austrália), 23 jun (EFE).- O primeiro-ministro da Austrália, Malcolm Turnbull, confirmou nesta quinta-feira que três australianos se encontram entre os empregados de uma mineira sequestrados ontem na Nigéria.

Turnbull disse acreditar que os homens trabalhavam para a empresa de mineração australiana Macmahon Holdings e que foram sequestrados perto da cidade de Calabar, no sul da Nigéria, segundo a agência local "AAP".

"Não sabemos neste momento a identidade dos sequestrados", comentou Turnbull a jornalistas, se referindo ao grupo de reféns, que também incluiria um neozelandês, um sul-africano e dois nigerianos.

Por sua vez, a ministra de Relações Exteriores da Austrália, Julie Bishop, informou hoje que o governo australiano "está em estreito contato com o governo da Nigéria, que está tomando o assunto com extrema seriedade".

As milícias que ameaçam frequentemente os oleodutos no sul da Nigéria aumentaram seus ataques e sequestros nos últimos meses nesta região.

Nas últimas semanas, um novo grupo conhecido como Vingadores do Delta do Níger (NDA, sigla em inglês), atacou diversas instalações petrolíferas por considerar um roubo dos recursos naturais da região.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos