Republicanos suspendem sessão no Congresso por protesto por controle de armas

Washington, 23 jun (EFE).- Os congressistas republicanos deram por encerrada a ordem do dia do Congresso dos Estados Unidos nesta quinta-feira para até depois do feriado de 4 de julho, devido ao protesto protagonizado por um grupo de legisladores democratas no plenário pela falta de debate sobre o controle de armas.

Os congressistas democratas, que desde quarta-feira estão sentados no chão do plenário e pronunciam discursos para o aumento do controle de armas após o massacre de 12 de junho em Orlando, no sudeste dos EUA, asseguraram que manterão o protesto até que a câmara Baixa se comprometa a submeter à votação uma proposta neste sentido.

Os congressistas democratas querem que seus colegas republicanos, que são maioria na câmara, se comprometam a votar uma proposta de lei para proibir a venda de armas a pessoas incluídas nos registros de suspeitos de vínculos com terrorismo, que não permitem voar em aviões comerciais.

Essa proposta conta com o apoio de democratas e alguns republicanos do Senado, que também dominam essa câmara e que, ao contrário da câmara Baixa, se comprometeram a debater e submeter a proposta ao voto, que mesmo assim poderia não superar esse trâmite.

Alguns legisladores democratas abandonaram o protesto na Câmara dos Representantes somente na madrugada, mas cerca de 25, incluída o líder da minoria democrata, Nancy Pelosi, amanheceram sentados diante da tribuna de oradores.

O congressista democrata John Lewis, que liderou o protesto desde antes do meio-dia de ontem, se retirou às 3 da manhã, mas garantiu que, quando os congressistas voltarem ao trabalho em 5 de julho, voltará a bloquear as sessões do mesmo modo.

Os republicanos da câmara Alta se comprometeram a votar em um projeto de lei bipartidário que propõe limitar a compra de armas a qualquer que esteja na lista que proibidas de embarcar em voos que têm como com origem ou destino os EUA.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos