Santos afirma que acordo final de paz com as Farc será assinado na Colômbia

Havana, 23 jun (EFE).- O presidente da Colômbia, Juan Manuel Santos, afirmou nesta quinta-feira que o acordo final de paz com as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) será assinado no país, apesar de as negociações terem sido realizadas em Cuba.

"O acordo final será assinado na Colômbia", disse Santos após comparecer à assinatura do pacto sobre o cessar-fogo bilateral e definitivo com os guerrilheiros, em Havana.

Hoje, as partes anunciaram acordos sobre a trégua bilateral e definitiva, a entrega de armas por parte das Farc, assim como garantias de segurança e que os compromissos firmados serão referendados, após 43 meses de negociações.

Também participaram da cerimônia em Havana o chefe máximo das Farc, Rodrigo Londoño "Timochenko", e seis presidentes de países da América Latina: o anfitrião, Rául Castro; Nicolás Maduro (Venezuela), Michelle Bachelet (Chile); Danilo Medina (República Dominicana); Salvador Sánchez Cerén (El Salvador); e Enrique Peña Nieto (México).

Como convidados especiais estiveram presentes o secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, e os presidentes do Conselho de Segurança, François Delattre, e da Assembleia-Geral, Mogens Lykketoft.

"Hoje quero agradecer muito especialmente a Cuba, ao presidente Raúl Castro, generoso anfitrião, e à Noruega, a sua primeira-ministra e a seu chanceler, aqui presentes, por seu papel como países fiadores. Também ao Chile, a presidente Bachelet, e a Venezuela, ao presidente Maduro, por seu desempenho como países acompanhantes", disse Santos durante a cerimônia, em que também agradeceu o apoio dos Estados Unidos e da União Europeia.

As conversas entre o governo da Colômbia e as Farc tiveram início oficialmente no dia 19 de novembro de 2012. Antes do anúncio de hoje, já havia acordo em assuntos que vão desde o desenvolvimento agrário, a participação política, o combate às drogas, assim como o reconhecimento e reparação das mais de 7 milhões de vítimas que deixaram os 50 anos de conflito armado.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos