Hillary pede para se controlar incerteza econômica após o "brexit"

Washington, 24 jun (EFE).- A virtual candidata democrata à Casa Branca, Hillary Clinton, afirmou nesta sexta-feira que respeita a decisão do Reino Unido de sair da União Europeia (UE) e insistiu que o fundamental para os Estados Unidos agora é "se assegurar que a incerteza econômica" gerada não afete os americanos.

"Nós também temos que fazer o firme e claro compromisso sobre a relação especial que os Estados Unidos e Grã-Bretanha mantêm e a aliança transatlântica com a Europa", disse HIllary em comunicado.

"Este momento de incerteza só ressalta a necessidade de calma e de uma liderança constante e com experiência na Casa Branca para proteger os bolsos e os meios de vida dos americanos", disse em referência a sua batalha eleitoral com o virtual candidato presidencial republicano, Donald Trump.

Hillary insistiu que os EUA devem apoiar seus aliados também para a defesa de seus interesses e para resolver seus próprios desafios como país.

Os mercados internacionais, incluindo o americano, reagiram com fortes perdas depois que no referendo realizado nesta quinta-feira a maioria dos britânicos apoiaram a saída do Reino Unido da UE.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos