Marine le Pen vê "brexit" como legitimação para pedir referendo na França

Paris, 24 jun (EFE).- A presidente da ultradireitista Frente Nacional (FN), Marine le Pen, considerou que o "brexit" decidido pelos britânicos lhe dá "uma legitimidade suplementar para levar esse debate à França" e exigir um referendo sobre sua relação com a União Europeia (UE).

"O Reino Unido iniciou um movimento que não vai parar", afirmou Marine em declaração à imprensa, se mostrando convencida de que "começou o movimento para o fim da União Europeia" como ela é conhecida.

O líder da extrema-direita francesa reivindicou a abertura de negociações entre França e União Europeia para revisar seu estatuto, depois das quais teria que ser realizado um referendo, "uma necessidade democrática".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos