Papa se reúne com presidente da Armênia em primeiro dia de visita ao país

Yerevan, 24 jun (EFE).- O papa chegou nesta manhã ao palácio presidencial da Armênia, em seu primeiro dia de visita ao país, para se reunir com o presidente da República, Serzh Sargsyan, e manter um encontro com a sociedade civil e o corpo diplomático.

Francisco chegou à sede da presidência às 17h50 (horário local, 10h50 em Brasília) e foi recebido por Sargsyan na entrada principal do complexo para participar depois ao encontro privado.

Sargsyan agradeceu ao papa sua visita a "esta terra martirizada" e lembrou que o ano que vem se realizará o 25º aniversário das relações diplomáticas entre a Armênia e o Estado da Cidade do Vaticano.

O resto do encontro acontece a portas fechadas e durante ele acontecerá a tradicional troca de presentes. O pontífice dará ao presidente um mosaico de Nossa Senhora com o menino Jesus, réplica uma imagem descoberta no ano 2000 na Basílica de Santa Maria in Aracoeli, em Roma, e entregará a medalha comemorativa desta viagem apostólica, que mostra em alto relevo São Gregório, o Iluminador, padroeiro da Armênia e responsável pela cristianização do país em 301 d.C, quando se transformou na primeira nação em fazer do cristianismo sua religião oficial.

Depois do encontro com o presidente, Francisco se reunirá com uma comitiva de 240 membros da sociedade civil e do corpo diplomático no palácio presidencial e perante eles fará um discurso.

Depois se dirigirá à Catedral de Etchmiadzin, na capital, Yerevan, e sede da Igreja Apostólica Armênia, vinculada a Roma há 1.500 anos. Lá manterá um encontro - o último do dia - com o patriarca supremo Karekin II, que acompanha o pontífice em todos os atos de visita ao país.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos