Líder do Podemos mostra insatisfação com resultado das eleições na Espanha

Madri, 26 jun (EFE).- O líder da coalizão de esquerda Unidos Podemos, Pablo Iglesias, não escondeu sua insatisfação com o resultado das eleições deste domingo na Espanha, nas quais seu grupo político obteve 71 cadeiras no Congresso dos Deputados, ficando em terceiro lugar, abaixo do previsto pelas últimas pesquisas de intenção de voto e boca de urna, que o apontavam na segunda posição, logo à frente do socialista PSOE, que acabou em segundo.

A coalizão criada para este pleito pelos partidos Podemos e Esquerda Unida (IU) não conseguiu nenhuma cadeira a mais do que as duas legendas tiveram de forma separada nas eleições de dezembro do ano passado - 69 e 2, respectivamente.

Em pronunciamento, Iglesias reconheceu que esperava "resultados diferentes" e admitiu sua preocupação com a possibilidade de que o governista Partido Popular (PP), de centro-direita, tenha melhorado seus resultados, subindo de 123 para 137 cadeiras.

Mesmo assim, o PP, como em dezembro, não conseguiu a maioria das 350 cadeiras do Congresso para que possa governar sem precisar de uma aliança com outro partido.

Em seu discurso, Iglesias falou em "privilegiar o apoio entre as forças progressistas", e em relação à coalizão de Podemos e IU, afirmou que "é o caminho correto". Sobre uma aproximação com os socialistas, que conseguiram 85 deputados, ele declarou que "seria sensato" dialogar e trabalhar juntos.

Apesar de seu partido ter ficado aquém do esperado, Iglesias destacou, no entanto, a ascensão do Podemos no cenário político espanhol, já, que com dois anos de existência, se firmou como terceira maior força política do país, o que classificou como um "sucesso sem precedentes". Ainda assim, o político reiterou que não se conforma com esta posição e que ele e seus correligionários vão trabalhar para que a legenda se torne a maior da Espanha.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos