Sobe para 58 o número de civis mortos em bombardeios em Deir ez Zor, na Síria

Cairo, 26 jun (EFE).- O número de civis mortos ontem no leste da província de Deir ez Zor, no nordeste da Síria e dominada pelo grupo terrorista Estado Islâmico (EI), subiu para 58, entre eles oito crianças e cinco mulheres, informou neste domingo à Agência Efe o Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH).

Segundo o diretor do Observatório, Rami Abdul Rahman, os bombardeios, que tiveram como alvo a população de Al Qorei, também causaram a morte de outras 24 pessoas cujas identidades ainda são desconhecidas.

O OSDH tinha informado ontem que pelo menos 47 pessoas tinha morrido, 31 delas civis, em ataques de aviões de guerra que, segundo a ONG, poderiam pertencer ao exército sírio ou à Força Aérea da Rússia.

Quase toda a província de Deir ez Zor está nas mãos dos jihadistas, exceto alguns bairros de sua capital homônima e o aeroporto militar, que estão em poder das forças governamentais sírias.

Nos últimos meses, esta região vem sendo bombardeada pela coalizão internacional contra o EI liderada pelos Estados Unidos e pelas Forças Aéreas de Rússia e Síria.

No próximo dia 29, completarão dois anos que o Estado Islâmico proclamou um califado nos territórios que domina na Síria e no Iraque.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos