Cameron descarta fazer novo referendo sobre "Brexit"

Londres, 27 jun (EFE).- O governo britânico descartou nesta segunda-feira realizar outro referendo sobre a permanência ou saída do Reino Unido da União Europeia (UE), confirmou um porta-voz do primeiro-ministro, David Cameron.

Em frente ao número 10 da Downing Street, a residência oficial de Cameron, fontes oficiais afirmaram que um segundo plebiscito "não está nos planos" do Executivo e que os cidadãos já votaram por um "resultado definitivo". Dessa forma, Cameron iniciou uma "unidade do 'Brexit'" para preparar as negociações sobre a saída do Reino Unido da UE, após a votação de quinta-feira.

Durante o fim de semana, mais de 3 milhões de britânicos aderiram a um abaixo-assinado pedindo a anulação dos resultados do referendo do dia 23 e a realização de um novo. Ao todo, 52% dos eleitores escolheram na semana passada romper os laços com a União Europeia, contra 48% que optaram por se manter dentro do bloco, em uma consulta que atingiu 72,1% de participação.

O texto, promovido por William Oliver Healey, pede aos parlamentares a "implementação de uma norma pela qual se o voto para sair ou para ficar (na UE) fique abaixo de 60%, com uma participação inferior a 75%, deveria ser convocada outra votação".

Ontem, a comissão de pedidos da Câmara dos Comuns eliminou 77 mil assinaturas consideradas fraudulentas da solicitação, que já se transformou na mais assinada da história parlamentar britânica.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos