Papa condena "feroz" atentado de Istambul e reza pelas vítimas

Cidade do Vaticano, 29 jun (EFE).- O papa Francisco condenou nesta quarta-feira o "feroz" ataque terrorista no aeroporto de Istambul, no qual morreram 41 pessoas, e rezou em silêncio durante alguns instantes desde a janela do apartamento do Palácio Apostólico.

"Ontem pela tarde, em Istambul, aconteceu um feroz ataque terrorista que assassinou e feriu muitas pessoas", disse o pontífice após à reza do Ângelus.

O pontífice encorajou os fiéis a rezarem "pelas vítimas, por seus parentes e pelo querido povo turco".

"Que o Senhor transforme o coração dos violentos e apoie nossos passos pela via da paz", apontou.

Depois, Francisco convidou os fiéis a "rezarem todos em silêncio" e o pontífice fez uma oração durante alguns instantes e depois pronunciou um "Ave María".

Três terroristas perpetraram na noite de terça-feira um triplo atentado no aeroporto Atatürk de Istambul que deixou pelo menos 41 vítimas mortais -além dos três agressores- e 239 feridos, segundo o balanço provisório.

Embora nenhum grupo terrorista tenha reivindicado a autoria, as autoridades turcas apontam para o Estado Islâmico como responsável pelo massacre.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos