Base aérea que Obama utiliza é fechada por possível troca de tiros

Washington, 30 jun (EFE).- A base aérea de Andrews, nos arredores de Washington e que o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, usa para suas viagens oficiais, foi fechada nesta quinta-feira diante de informações que apontam para uma possível troca de tiros.

A própria base aérea informou do fechamento em seu perfil no Twitter e ordenou que todo o pessoal buscasse refúgio, pouco depois das 9h (horário local, 10h em Brasília).

O incidente aconteceu nas instalações médicas Malcolm Grow do complexo aéreo, para onde já se dirigiram as forças de segurança.

Segundo a base de Andrews, às 9h estava planejado um simulacro de tiroteio e, no mesmo momento em que este estava acontecendo, chegaram informações de que havia um tiroteio real nas instalações médicas.

A base aérea de Andrews, situada no condado de Prince George, em Maryland, e a 32 quilômetros da Casa Branca, é de onde decola e aterrissa o Air Force One, o avião presidencial usado por Obama, além de ser utilizada por funcionários de alto escalão do governo, como o secretário de Estado, John Kerry; e o de Defesa, Ashton Carter.

Obama usou ontem à noite essa base ao retornar do Canadá, onde participou de uma reunião com o primeiro-ministro desse país, Justin Trudeau; e com o presidente mexicano, Enrique Peña Nieto.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos