Explosão de mina na Somália mata pelo menos 12 pessoas

Mogadíscio, 30 jun (EFE).- Pelo menos 12 pessoas morreram e várias ficaram feridas depois que o ônibus no qual viajavam passou por cima de uma mina perto da cidade de Lafoole, ao noroeste de Mogadíscio, informaram nesta quinta-feira os meios de comunicação locais.

Alguns feridos estão em situação crítica e não está descartado que o balanço de mortos possa aumentar ao longo do dia, segundo o jornal somali "Horseed Media".

Segundo as primeiras informações, o ônibus cobria uma rota que é alvo habitual do grupo terrorista Al Shabab e estava sendo escoltado por um veículo do Exército somali, que saiu imune do ataque.

As forças de segurança também apontam que tratava-se de uma bomba improvisada que teria sido detonada durante a passagem do ônibus, embora as investigações sigam em andamento.

O atentado ocorre alguns dias depois que vários milicianos do Al Shabab atacaram um conhecido hotel de Mogadíscio e mataram pelo menos 35 pessoas após ficaram no recinto durante quase cinco horas.

O Al Shabab combina atentados indiscriminados contra edifícios governamentais ou zonas de lazer com ataques coordenados a bases militares nos quais aproveitam para conseguir provisões e munição.

A milícia islamita luta por derrubar o governo Federal e instaurar um Estado islâmico de corte wahhabista na Somália, onde controla grandes extensões de território no sul e no centro do país apesar de no último ano ter sofrido grandes perdas.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos