Facção islâmica síria captura piloto de avião que caiu

(atualiza com novos dados)

Beirute, 1 jul (EFE).- O Exército do Islã, uma das principais facções rebeldes sírias, anunciou nesta sexta-feira que capturou o piloto de um avião das forças governamentais, que caiu na região de Al Qalamoun, fronteiriça com o Líbano.

O porta-voz do grupo insurgente, Islam Alloush, explicou no Twitter que seus combatentes capturaram o piloto, identificado como Nauras Hassan "da seita nusairi" (alauita, credo do presidente Bashar al Assad), após a queda do aparelho em Al Qalamoun.

Além disso, divulgou uma suposta fotografia do piloto são e salvo.

Alloush precisou que o avião é do tipo "Sukhoi 22" e não Mig 23, (ambos de fabricação russa) como seu grupo tinha afirmado anteriormente.

Por sua vez, fontes militares confirmaram à agência de notícias oficial síria "Sana" a queda de um avião de guerra "por uma falha técnica" em uma região ao leste de Damasco quando efetuava exercícios de voo.

As fontes disseram que o piloto conseguiu se ejetar do aparelho e agregaram que está sendo procurado.

O Observatório Sírio de Direitos Humanos apontou também que o avião caiu por uma possível falha técnica, e corroborou que o piloto foi capturado por "facções islâmicas".

Há quatro dias, o Exército do Islã anunciou que tinha derrubado um caça-bombardeiro e um helicóptero das forças governamentais sírias em Al Qalamoun e em Al Ghouta, nos arredores de Damasco.

Dita facção é a mais importante que opera em Ghouta Oriental, o principal reduto opositor da periferia da capital síria.

ssa/ff

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos