Rússia e Turquia retomam a cooperação antiterrorista e militar

Moscou, 1 jul (EFE).- Rússia e Turquia retomarão a cooperação antiterrorista e a coordenação entre seus militares no âmbito da luta contra os jihadistas na Síria, anunciou nesta sexta-feira o ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov, depois de se reunir em Sochi (Rússia) com seu colega da Turquia, Mevlut Cavusoglu.

"Temos um grupo bilateral para a luta antiterrorista, formada por especialistas diplomatas e dos serviços especiais. O trabalho desse grupo foi congelado durante os últimos sete meses, mas hoje fizemos um acordo para retomá-lo", disse Lavrov, após sua primeira reunião com Cavusoglu desde o começo da normalização das relações entre os países, anunciada há dois dias.

Acrescentou que os contatos entre os dois países também se estenderão ao âmbito militar, visto que tanto os russos como os turcos, - estes últimos integrados na coalizão internacional liderada pelos Estados Unidos - participam da luta antiterrorista na Síria.

Lavrov, que nos últimos meses acusou reiteradamente Ancara de "nutrir" com armas, dinheiro e guerrilheiros os terroristas do Estado Islâmico (EI) e a Frente al Nusra, adiantou que a Rússia insistirá neste assunto em seu diálogo com a Turquia.

"Acredito que poderemos debater inclusive os temas mais complexos, incluindo o objetivo de impedir o uso do território turco para ajudar as organizações terroristas na Síria", ressaltou o titular da Chancelaria russa.

O anúncio da reativação das relações entre Moscou e Ancara aconteceu horas depois dos atentados de terça-feira no aeroporto Atatürk de Istambul, que causaram 44 mortos e quase 240 feridos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos