Bombardeios na periferia de Damasco deixam 31 mortos e dezenas de feridos

(Atualiza o número de mortos).

Cairo, 2 jul (EFE).- Pelo menos 31 pessoas morreram e várias dezenas ficaram feridas neste sábado após bombardeios realizados por aviões de combate na periferia de Damasco, capital da Síria, informou o Observatório Sírio de Direitos Humanos (OSDH).

Entre os mortos pelo ataque, que teve como alvo a região de Yirud, em Al Qalamoun Oriental, nos arredores de Damasco, há uma equipe de médicos, afirmou a ONG, sem dar mais detalhes.

Além disso, o OSDH informou que as tropas leais ao presidente do país, Bashar al Assad, também estão atacando a região, controlada por grupos opositores, com artilharia e mísseis.

Ontem, um avião do governo sírio caiu na região, e combatentes islamitas mataram o piloto. Houve acusações entre diferentes grupos armados sobre a responsabilidade do assassinato, segundo o OSDH.

De acordo com a ONG, o Exército do Islã, a principal facção armada que opera em Ghouta Oriental, também nos arredores da capital, tinha mostrado intenção de capturar o piloto com vida.

No entanto, o Exército do Islã acusou ontem a Frente al Nusra, filial da Al Qaeda na Síria, de ter matado o piloto, apesar de um acordo entre os grupos para que ele fosse entregue vivo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos