Comunidade gay marcha na Colômbia em apoio à paz e contra a discriminação

Bogotá, 3 jul (EFE).- Centenas de pessoas marcharam neste domingo pelas ruas do centro de Bogotá para comemorar o Dia do Orgulho Gay, onde também reivindicaram seus direitos, apoiaram a paz e protestaram contra a discriminação sexual.

O evento começou pouco depois do meio-dia do Parque Nacional e chegou à Praça de Bolívar, no coração de Bogotá, em meio a danças e muita música. Os participantes, alguns usando asas de borboleta e roupas super coloridas, gritaram palavras de ordem contra o ex-presidente colombiano e atual senador, Álvaro Uribe. O público também pediu paz e enalteceu o processo de diálogo entre o governo colombiano e as Farc, em Cuba.

"Espero que essa tenha sido a maior Parada Gay que já aconteceu porque temos muito que agradecer ao movimento em prol da igualdade na Colômbia", disse à Agência Efe Ana María Ruiz, que participou da comemoração.

Já Miguel Rueda, psicólogo que trabalha com um coletivo LGBT, afirmou que a comunidade é "parte fundamental da Colômbia" e defendeu o acordo de paz que o governo e o grupo guerrilheiro Farc negociam.

Segundo a Integração Social, entidade da Prefeitura de Bogotá, 7 de cada 10 integrantes da comunidade LGBT que moram em Bogotá já foram vítimas de discriminação ou violação de seus direitos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos