Papa condena "violência cega pelo ódio" em ataques em Bangladesh e Iraque

  • Khalid al Mousily/Reuters

    3.jul.2016 - Terroristas detonaram um carro bomba em área comercial de Bagdá, capital do Iraque

    3.jul.2016 - Terroristas detonaram um carro bomba em área comercial de Bagdá, capital do Iraque

Cidade do Vaticano, 3 jul (EFE).- O papa Francisco condenou neste domingo a "violência cega pelo ódio" que provocou a morte de pelo menos 28 pessoas em Daca, capital de Bangladesh, e mais de 80 em Bagdá, capital do Iraque.

"Rezemos juntos por eles e pelos mortos e peçamos ao Senhor que converta o coração dos violentos, cegos de ódio", disse Francisco, rezando uma Ave-Maria com os fiéis na Praça São Pedro.

O ataque em Daca, que terminou no sábado após mais de 12 horas, foi reivindicado pelo grupo terrorista Estado Islâmico (EI) e pela filial da Al-Qaeda na Índia, deixando mortos 20 reféns, dois policiais e seis dos terroristas responsável pela ação.

Além disso, pelo menos 80 pessoas morreram e 135 ficaram feridas em um atentado com carro-bomba realizado na madrugada desde domingo em uma região comercial do centro de Bagdá, um ato também reivindicado pelo EI.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos