Parada Gay canadense tem pela 1ª vez a presença de um primeiro-ministro

Toronto (Canadá), 3 jul (EFE).- Pela primeira vez na história, um primeiro-ministro canadense em exercício apareceu e participou da marcha do Dia do Orgulho Gay, em Toronto, na qual participaram mais de 1 milhão de pessoas neste domingo.

O evento, considerado um dos maiores do mundo e a mais importante do continente americano, começou com um minuto de silêncio em memória das vítimas do massacre da boate gay Pulse, em Orlando (EUA).

Antes de participar da passeata, Justin Trudeau esteve em uma cerimônia religiosa organizada pelo reverendo Brent Hawkes, um dos mais conhecidos ativistas em favor dos direitos da comunidade LGBT do Canadá.

Trudeau participou do ofício junto com a primeira-ministra de Ontário, Kathleen Wynne, a primeira governante da principal província canadense a se declarar abertamente lésbica; o ministro das Finanças do Canadá, Bill Morneau, e o prefeito de Toronto, John Tory.

Logo no início do ofício religioso, Trudeau, Kathleen, Morneau e Tory se levantaram de seus lugares para dançar "Born This Way", de Lady Gaga, que tocava no evento.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos