Estado Islâmico captura um oficial curdo no norte da Síria

Beirute, 5 jul (EFE).- O grupo terrorista Estado Islâmico (EI) capturou o oficial curdo sírio Yusef Abdu Saadun, irmão do falecido dirigente militar Abu Leila, no norte da Síria, segundo um vídeo divulgado nesta terça-feira pelos jihadistas na internet.

Na gravação, Saadun aparece vestido com um macacão laranja e com sinais de ter sido agredido no rosto.

O oficial curdo se identifica como irmão de Abu Leila, líder da brigada Sol do Norte das Forças da Síria Democrática (FSD), uma coalizão armada curdo árabe apoiada pelos Estados Unidos.

Leila morreu no último dia 3 de junho, por conta dos ferimentos causados pelo impacto de um projétil do EI nos arredores de Manbech, se transformando no comandante da mais alto categoria assassinado na batalha nesta cidade, iniciada no final de maio.

Saadun explica que seu irmão foi ferido na cabeça no começo do confronto nesta cidade do nordeste da província de Aleppo e que "foi levado para a Suleimânia pelos americanos", uma das três províncias da região autônoma do Curdistão iraquiano, onde morreu três dias depois.

Ele acrescenta no vídeo, cuja autenticidade não pôde ser verificada, que as FSD sofreram entre 200 e 300 baixas e que há "muitos feridos" nos combates nessa região.

O Observatório Sírio de Direitos Humanos (OSDH), que citou a fontes das FSD, detalhou que Saadun residia na Turquia, mas que se mudou para a Síria para cuidar de seu irmão antes de sua morte.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos