FBI: Hillary foi "negligente", mas não há provas de que descumpriu lei

Washington, 5 jul (EFE).- O diretor do FBI, James Comey, afirmou nesta terça-feira que não há provas de que a virtual candidata do Partido Democrata à presidência dos Estados Unidos, Hillary Clinton, descumpriu leis, mas foi "negligente" ao usar servidores de e-mail particulares para assuntos oficiais quando era secretária de Estado (2009-2013).

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos