Cerca de 20 mil civis fugiram de Manbech, cidade síria controlada pelo EI

Beirute, 7 jul (EFE).- Cerca de 20 mil civis fugiram nas últimas semanas da cidade síria de Manbech, no nordeste da província setentrional de Aleppo e controlada pelo grupo terrorista Estado Islâmico (EI), disse à Agência Efe uma fonte opositora.

O porta-voz do rebelde Conselho Militar de Manbech e sua periferia, Shervan Derwish, explicou que, segundo suas estimativas, ainda ficam entre 30 mil e 40 mil civis nessa cidade, alvo de uma ofensiva do Conselho e das Forças da Síria Democrática (FSD), uma coalizão armada curdo-árabe que conta com o apoio dos EUA.

"Não sabemos o número exato de cidadãos que permanecem em Manbech, porque o EI cortou as comunicações", indicou Derwish.

Enquanto isso, continuam os combates no interior da população. "A situação é boa, estamos avançando desde o sul e o oeste", apontou.

Os confrontos prosseguem em Manbech, apesar da trégua de 72 horas iniciada ontem pelo governo de Damasco e da oposição pelo fim do mês de jejum muçulmano do Ramadã.

Derwish afirmou que a cessação das hostilidades não afeta as zonas controladas pelo EI, já que "é uma parte com a qual não se pode acordar uma trégua".

O Conselho Militar de Manbech e sua periferia é integrado por combatentes locais e pertence ao Exército Livre Sírio (ELS).

Dito conselho e as FSD começaram em 31 de maio uma ofensiva para recuperar o domínio de Manbech, uma das fortificações do EI em Aleppo, junto à cidade de Al Bab, situada cerca de 20 quilômetros. EFE

ssa/ff

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos