Aumenta para 5 policiais mortos no ataque durante manifestação em Dallas

Washington, 8 jul (EFE).- Um dos policiais feridos no tiroteio de Dallas morreu nesta sexta-feira no hospital, por isso sobe para cinco o número de agentes mortos no massacre durante uma manifestação contra a violência policial após os assassinatos de dois negros nos últimos dias nos Estados Unidos.

Além do suspeito entrincheirado no estacionamento, a polícia mantém sob custódia mais três pessoas, incluindo uma mulher que foi detida no estacionamento e outros dois indivíduos que circulavam pela estrada em um Mercedes.

As pessoas em custódia não estão cooperando com as autoridades, segundo o chefe da polícia de Dallas, David Brown, que diz não ter certeza que não há mais pessoas envolvidas no ataque, além dos três detidos e o suspeito entrincheirado.

O chefe de polícia afirmou que os franco-atiradores "queriam ferir ou matar o número máximo de policiais", por isso prepararam uma emboscada e alguns dos agentes foram atingidos pelas costas.

Aproximadamente 100 agentes foram deslocados para o centro de Dallas por conta da manifestação contra a violência policial, após a morte de dois negros, em uma noite na qual estes atos também aconteceram em diversas cidades dos EUA.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos