Bombardeio na fronteira sírio-turca deixa 15 mortos e 40 feridos

Beirute, 8 jul (EFE).- Pelo menos 15 pessoas morreram nesta sexta-feira, entre elas uma menor e cinco mulheres, e outras 40 ficaram feridas por um bombardeio de aviões de guerra contra uma zona síria próxima à fronteira com a Turquia, segundo o Observatório Sírio de Direitos Humanos.

O ataque aconteceu no cidade de Darkush, no norte da província setentrional de Idlib e perto da delimitação com o território turco.

A ONG não descartou que o número de mortos aumente porque há feridos graves e desaparecidos.

Por enquanto, se desconhece a origem dos aparelhos que perpetraram o ataque.

Atualmente, bombardeiam o país árabe aviões do Exército sírio e da força aérea da Rússia, aliada do regime de Damasco, assim como da coalizão internacional contra o grupo terrorista Estado Islâmico (EI), liderada pelos EUA

Este bombardeio ocorre no meio de uma trégua de 72 horas, iniciada na quarta-feira, pelo fim do mês de jejum muçulmano do Ramadã, que incrivelmente trouxe um aumento dos ataques.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos