Suspeito de Dallas atuou aparentemente sozinho e não tem vínculos terroristas

Washington, 8 jul (EFE).- Micah Xavier Johnson, principal suspeito do massacre de policiais em Dallas, parece ser o único autor do tiroteio e "não se sabe de vínculos conhecidos ou inspiração por parte de nenhuma organização terrorista", afirmou nesta sexta-feira o secretário de Segurança Nacional dos Estados Unidos, Jeh Johnson.

Em entrevista coletiva paralela, o governador do Texas, Greg Abbott, confirmou este dado e garantiu que as forças de segurança estão investigando se há mais pessoas vinculadas ao massacre, em cujo caso "serão perseguidas e enfrentarão à Justiça".

Cinco policiais morreram e outras nove pessoas, incluindo sete agentes, ficaram feridas no ataque ocorrido na noite de ontem durante uma manifestação contra a violência policial realizada em Dallas.

Segundo os dados mais recentes da investigação, o suspeito tinha em sua casa "material para a fabricação de bombas, coletes à prova de balas, fuzis, munição e um diário pessoal sobre táticas de combate".

Trata-se de um ex-militar negro que serviu no Afeganistão e que durante a negociação com a polícia antes de morrer, em meio a um cerco policial, assegurou que seu objetivo era "matar pessoas brancas, especialmente policiais brancos" devido aos incidentes de violência policial registrados recentemente contra os negros.

"O assassino de ontem à noite atuou com a crença errônea e depravada que o assassinato dos policiais resolve o problema", declarou o secretário de Segurança Nacional ao abordar o assunto.

"Da mesma forma que o assassino de ontem à noite não representa os que buscam uma mudança, qualquer oficial de polícia que se exceda no uso da força também não representa toda a corporação", acrescentou.

O prefeito de Dallas, Mike Rawlings, também sugeriu que o suspeito, que segundo as autoridades operou como um franco-atirador, atuou sozinho.

"O suspeito está morto e a cidade está segura", disse Rawlings na entrevista coletiva acompanhado por Abbot.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos