Polícia alerta para expansão de máfias russas na Alemanha

Berlim, 10 jul (EFE).- O presidente do departamento federal de investigação criminal da Alemanha, Holger Münch, alertou neste domingo para a expansão pelo país de máfias russas e organizações criminosas originárias das ex-repúblicas soviéticas, com milhares de integrantes.

Em entrevista ao jornal "Welt am Sonntag", Münch atribui a essas máfias crimes com danos avaliados em bilhões de euros e adverte sobre seu "dinamismo" e expansão rumo ao oeste.

Como ocorreu na antiga União Soviética, estas máfias formadas principalmente por russos, georgianos e turcomanos, criaram fortes redes criminosas nas prisões alemãs, com atividades delitivas centradas nos roubos organizados em casas e comércios, prostituição, extorsão e fraude.

Münch aponta que entre 8% e 10% dos reclusos em prisões do país são de origem russa ou de países que falam russo, cerca de cinco mil pessoas, o que oferece às máfias um "grande potencial para o recrutamento" de novos membros.

A polícia também constatou que alguns dos integrantes destas redes mafiosas se encontram no país como solicitantes de asilo e informou que trabalha em colaboração com o Departamento Federal para a Migração e os Refugiados (BAMF) para frear a situação.

"É preciso agir para que a estadia destas pessoas que abusam do direito de asilo para cometer crimes seja a mais curta possível e que possam ser expulsas com rapidez do país", ressalta Münch.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos