Coalizão conservadora governará Austrália com maioria absoluta

Sydney (Austrália), 11 jul (EFE).- A coalizão Liberal-Nacional do primeiro-ministro Malcolm Turnbull obteve nesta segunda-feira as cadeiras que precisava na Câmara Baixa para conseguir a maioria absoluta e poder governar a Austrália pelos próximo três anos sozinho.

"A Coalizão ganhou as cadeiras de Flynn e Capricornia, obtendo assim os 76 assentos (em um Congresso de 150) que precisava para governar", informou o canal de televisão "ABC".

Os australianos foram às urnas para renovar o parlamento em 2 de julho sem que houvesse um claro ganhador nas pesquisas de intenções de voto.

O opositor Partido Trabalhista, liderado por Bill Shorten, reconheceu no domingo a derrota ao conseguir apenas 66 deputados, e felicitou por telefone o primeiro-ministro.

"Está claro que Turnbull e sua coalizão formarão governo. Falei com ele para felicitá-lo e desejar o melhor", indicou Shorten em entrevista coletiva desde Melbourne.

No domingo, a coalizão conservadora só tinha assegurado 74 parlamentares, mas já antecipava que não haveria mudanças "a grande escala" no novo Executivo.

Se prevê que o primeiro-ministro enfrente a nova legislatura com um Senado hostil.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos