Protesto contra acordo de paz deixa pelo menos 3 mortos em Mali

Bamaco, 12 jul (EFE).- Pelo menos três pessoas morreram nesta terça-feira durante uma manifestação em Gao, no norte do Mali, convocada por jovens que protestaram contra alguns pontos do acordo de paz e reconciliação do país, assinado em junho de 2015.

Segundo informações divulgadas pelo governo nacional, o protesto foi organizado contra as chamadas "autoridades interinas" previstas no acordo de paz no norte do país e culminaram com atos de violência que causaram três mortes, entre manifestantes e forças da ordem.

O governo pediu calma à população de Gao e disse que mandou à região uma comissão para investigar o ocorrido e ouvir as reivindicações das associações e da população local.

Integrantes de grupos locais relataram à Agência Efe que os jovens convocaram o protesto para denunciar essas "autoridades interinas" porque as integram personalidades rechaçadas pela população e que foram expulsas em 2012, após o golpe de Estado.

Os manifestantes criticaram também a situação precária dos refugiados e as vantagens dadas aos grupos armados no acordo de paz assinado entre o governo central e os rebeldes tuaregues, em detrimento da população local do norte do Mali.

Segundo testemunhas, a tensão continua em Gao, e um grupo de manifestantes está concentrado em frente ao Governo da região.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos