Drones dos EUA voltam a bombardear rádio do Estado Islâmico no Afeganistão

Cabul, 13 jul (EFE).- Os bombardeios de drones americanos voltaram a atingir a "Voice of the Caliphate" (Voz do Califado) nesta quarta-feira, a estação de rádio do Estado Islâmico (EI) no Afeganistão, e abater pelo menos 26 supostos membros do grupo jihadista no leste do país.

A emissora retomou as atividades em maio deste ano na província de Nangarhar, em Achin, após ter sido destruída em fevereiro por bombas de aviões não tripulados dos Estados Unidos.

"A rádio do Daesh (acrônimo do EI em árabe) foi destruída em um bombardeio de um drone das tropas estrangeiras hoje de manhã em Mohmandara", disse à Agência Efe o porta-voz do governador provincial, Attaullah Khogyanai.

O escritório do governador informou em comunicado que pelo menos 26 supostos jihadistas morreram em dois bombardeios de drones, que atuaram apoiando as forças afegãs na luta contra o EI.

A rádio era ouvida na frequência FM em regiões do sul desta província e na fronteira com o Paquistão em idiomas como pashtun, uzbeque, árabe e punjabi, com conteúdos dirigidos ao recrutamento de jovens. A emissora já tinha sido destruída em um ataque com drones dos Estados Unidos no início de fevereiro, após funcionar por dois meses com conteúdos também em inglês. Na ocasião 29 supostos membros desta organização morreram.

Achin é o distrito onde os jihadistas se mostraram mais ativos no Afeganistão e, embora as forças afegãs assegurarem em março ter derrotado os terroristas em toda Nangarhar, ainda existem combates. EFE

bks-lar/cdr

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos