Ex-presidente filipino afirma que decisão da TPA "é uma vitória para todos"

Manila, 13 jul (EFE).- O ex-presidente das Filipinas, Benigno Aquino, afirmou nesta quarta-feira que a decisão judicial emitida na véspera pela Tribunal Permanente de Arbitragem de Haia (TPA) que dá razão ao seu país no conflito territorial com a China "é uma vitória para todos".

"Eu sugiro que em vez de ver esta decisão como uma vitória de um partido sobre o outro, a melhor maneira de ver a decisão é que é uma vitória para todos", afirmou em comunicado o ex-mandatário.

Segundo Aquino, a clareza da decisão da TPA produzirá melhores condições para que China e Filipinas entrar em contato num contexto de "justiça e cordialidade".

"Agora que as regras estão ainda mais claras, podemos avançar como uma comunidade global", explicou.

Aquino presidia Filipinas quando o país apresentou uma denúncia em 2013 contra a China perante a TPA depois que Pequim começou a ocupar e explorar áreas do mar da China Meridional que Manila considerava como parte da região econômica exclusiva filipina.

Ontem, após três anos de processo judicial, a TPA anunciou que Pequim não tem direitos históricos sobre os recursos em muitas das áreas do mar da China Meridional, alegando que a situação piorou com a construção de ilhas artificiais.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos