Explosão em armazém de munição do EI deixa 13 mortos na Síria

Beirute, 13 jul (EFE).- Pelo menos 13 pessoas morreram, entre elas seis menores, por conta de uma explosão em um armazém de munição do grupo terrorista Estado Islâmico (EI) na cidade nordeste síria de Al Raqqa, informou nesta quarta-feira o Observatório Sírio de Direitos Humanos (OSDH).

Segundo a ONG, a explosão aconteceu nas últimas 48 horas e sem oferecer mais detalhes, acrescentou que entre os mortos estão quatro irmãos menores de idade, uma mulher e seu filho.

O restante dos mortos são membros da organização radical que perderam a vida pela explosão no armazém, localizado perto do parque de Al Malahi, em Raqqa.

Após a explosão, cuja causa é desconhecida, houve uma série de bombardeios de aviões de guerra na região.

Raqqa é o principal reduto do EI na Síria e é alvo frequente dos bombardeios da coalizão internacional contra os jihadistas, liderada pelos Estados Unidos, e dos da força aérea russa e síria.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos