Michael Fallon continuará como ministro da Defesa no governo de Theresa May

Londres, 13 jul (EFE).- O ministro da Defesa do Reino Unido, Michael Fallon, recebeu nesta quarta-feira o respaldo da nova primeira-ministra, Theresa May, para continuar no cargo.

Em julho de 2014, Fallon substituiu nessa pasta Philp Hammond, que passou então a ocupar o Ministério dos Exteriores e que hoje foi nomeado novo ministro da Economia.

Após receber da rainha Elizabeth II a incumbência de formar governo, May designou os responsáveis dos ministérios mais relevantes de seu Executivo, como o das Relações Exteriores, que será conduzido por Boris Johnson, ex-prefeito de Londres e defensor ferrenho do "Brexit".

Entre os desafios que Fallon enfrenta na legislatura que termina formalmente em 2020 está a renovação da frota de submarinos nucleares Trident.

Na próxima segunda-feira, a Câmara dos Comuns decidirá se dá sinal verde a um plano nuclear cujo custo alcançará US$ 40,1 bilhões.

Ao tomar posse como primeira-ministra, em substituição de David Cameron, May ressaltou que um de seus objetivos será o de buscar um novo "papel" no mundo para o Reino Unido perante a saída do país da União Europeia (UE).

Na cúpula da Otan em Varsóvia na semana passada, Londres anunciou sua intenção de enviar 650 soldados à Estônia e Polônia como parte de um esforço conjunto da Aliança Atlântica para reforçar a segurança no leste da Europa.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos