Atentado com caminhão durante festa nacional francesa em Nice deixa 73 mortos

Paris, 15 jul (EFE).- Pelo menos 73 pessoas morreram e outras 100 ficaram feridas nesta quinta-feira após serem atropeladas por um caminhão no centro de Nice, segundo dados ainda provisórios da polícia citados pela emissora de rádio "France Info".

O motorista do caminhão foi abatido pelas forças de segurança, segundo o subprefeito da cidade, Sébastien Humbert.

O porta-voz do Ministério do Interior, Pierre-Henri Brandet, explicou que o homem "neutralizado pela polícia" era o único que estava no caminhão.

Segundo o governador da região de Provence-Alpes-Côte d'Azur, Christian Estrosi, que deu declarações à rede de televisão "BFM", o autor do atentado transportava muitas armas no caminhão.

Também em entrevista à "BFM TV", Brandet afirmou que as investigações têm foco agora no motorista do caminhão - sobre o qual não deu outros detalhes - e "eventuais cúmplices". Ele negou que tenha havido uma tomada de reféns ou a presença de um grupo de homens armados em Nice, como tinham informado alguns veículos de imprensa locais.

As redes de TV francesas divulgaram imagens de um caminhão branco que teria sido o utilizado pelo motorista para cometer o atentado.

Testemunhas afirmaram à imprensa que foram ouvidos disparos no local, mas não sabem qual era a procedência.

O presidente da França, François Hollande, que estava nesta quinta-feira na cidade de Avignon quando aconteceu o atentado em Nice, viajou a Paris para se juntar à célula de crise montada no Ministério do Interior, informou o Palácio do Eliseu, sede da chefia de Estado e do Conselho de Ministros.

Ainda segundo o Palácio do Eliseu, desde as primeiras notícias sobre o massacre, Hollande ficou em contato por telefone com o primeiro-ministro, Manuel Valls, e com o ministro do Interior, Bernard Cazeneuve, que viajou a Nice para acompanhar as investigações e o atendimento aos feridos.

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, foi informado sobre o ataque, e seus assessores "lhe darão informações atualizadas quando necessário", informou o assessor de Segurança Nacional da Casa Branca, Ned Price, em breve comunicado.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos