EI captura 12 pessoas após encontrar parabólicas em suas casas na Síria

Beirute, 14 jul (EFE).- O grupo terrorista Estado Islâmico (EI) capturou 12 pessoas na Síria após invadir casas na busca de infratores da proibição sobre uso das antenas parabólicas em seu autoproclamado califado, informou nesta quinta-feira o Observatório Sírio de Direitos Humanos (OSDH).

A ONG afirmou que membros da segurança dos radicais invadiram várias casas da periferia da cidade de Raqqa, principal reduto do EI na Síria, para encontrar pessoas que não tinham entregado à organização suas parabólicas e receptores de emissões de televisão por satélite.

O OSDH destacou que as 12 pessoas capturadas foram levadas para um lugar desconhecido.

No início de junho, o EI intensificou sua campanha para vetar o uso das antenas parabólicas nos territórios sob seu controle na Síria e Iraque, porque considera que "semeiam rumores e afastam os muçulmanos de sua religião".

Como alternativa, os jihadistas oferecem aos moradores de seus domínios informações através de "veículos de imprensa islâmicos" proporcionados por eles mesmos.

Esses meios incluem a rádio "Al Bayan", que transmite em vários idiomas, o semanário "Al Nabaa" e a revista mensal "Dabiq", bem como outros produtos audiovisuais que o grupo produz e distribui.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos