Hillary Clinton condena atentado em Nice: "Estamos em guerra"

Washington, 14 jul (EFE).- Provável candidata democrata nas eleições presidenciais dos Estados Unidos, Hillary Clinton, afirmou nesta quinta-feira que o país está "em guerra" contra os grupos que cometeram atentado em Nice, na França, deixando 80 mortos.

"Está claro que estamos em guerra contra estes terroristas e o que eles representam. É uma guerra diferente, portanto, devemos ser astutos para lutá-la e ganhá-la", afirmou a pré-candidata.

A ex-secretária de Estado também convocou que seja fortalecida as alianças dos Estados Unidos, inclusive com a Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan), especialmente, no que se refere a combater os grupos jihadistas.

O possível candidato republicano, Donald Trump, cancelou a entrevista coletiva marcada para esta sexta-feira, em que iria anunciar o nome do vice-presidente que comporá sua chapa, provavelmente, o governador de Indiana, Mike Pence.

Pouco depois do massacre, Trump reiterou em uma entrevista à rede de televisão "Fox News" que, se eleito presidente, "não permitirá a entrada de cidadãos de países terroristas" nos Estados Unidos.

Ao todo, 80 pessoas morreram no atentado com um caminhão na quinta-feira, em Nice, informou o ministro do Interior francês, Bernard Cazeneuve.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos