"CNNTürk" retoma transmissão após ser cortada por soldados golpistas

Viena, 16 jul (EFE).- A rede de televisão "CNNTürk", filiada à americana "CNN", voltou a ser transmitida após minutos de interrupção causada por um grupo de soldados golpistas que ocuparam as instalações da emissora.

Os militares tinham cortado as transmissões da "CNNTürk" e da "Kanal D", ambas pertencentes ao grupo de mídia Dogan, dono uma agência de notícias e vários jornais.

Menos de meia hora após o corte, um funcionário da "CNNTürk" foi ao ar para anunciar que voltariam a transmitir. Os golpistas foram rendidos por forças especiais da polícia turca. Pouco depois, um editor da emissora começou a falar no ar, mas sem aparecer na câmera, por razões de segurança.

A intervenção na "CNNTürk" aconteceu às 3h40 (hora local; 21h30 de sexta-feira em Brasília), menos de uma hora depois que a rede de televisão pública "TRT" reestabeleceu seu funcionamento em Ancara após várias horas sob controle dos militares.

Nos últimos instantes antes do corte da transmissão foi possível escutar pelo menos um tiro, gritos e discussões, aparentemente entre empregados da emissora e os soldados. Um dos funcionários gritava: "Atire, você entrou na minha casa".

Segundo a emissora "360TV", milhares de pessoas se encontram a caminho das instalações da "CNNTÜRK", onde parece haver centenas de civis.

As emissoras turcas vêm informando há horas sobre a confusa situação na Turquia, onde um grupo de militares afirmou que tinha assumido o poder no país. O governo do partido islamita AKP e seus serviços de inteligência garantem ter acabado com a tentativa golpista.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos