Serviço de Inteligência turco diz que golpe de Estado fracassou

Ancara, 16 jul (EFE).- O Serviço de Inteligência da Turquia (MIT) disse que fracassou a tentativa de golpe de Estado vivida no país, mas que ainda restam alguns focos de resistência por parte dos militares rebeldes, que serão julgados por traição.

"A tentativa de golpe fracassou. Quase terminou. Em algumas partes há ainda pequenos enfrentamentos. O golpe está sendo rejeitado, mas há alguns (rebeldes) que resistem. A partir de amanhã os responsáveis pela tentativa serão julgados como traidores", afirmou à imprensa Nuh Yilmaz, subsecretário de Imprensa do MIT.

Segundo a emissora "NTV", Hulusi Akar, o chefe de Estado-Maior que tinha sido capturado pelos rebeldes, foi libertado.

Além disso, os tanques que tinham tomado posições em frente ao aeroporto Atatürk de Istambul, o maior da Turquia, se retiraram, assim como os soldados que cercavam suas instalações.

O aeroporto foi tomado pela polícia e por centenas de civis.

Os veículos de comunicação informaram também que um grupo de militares golpistas que tinham ocupado um das pontes sobre o Bósforo em Istambul foram ameaçados a render-se.

Também há relatos na imprensa local que um caça derrubou um dos helicópteros rebeldes.

O próprio Yilmaz garantiu que vários aparelhos tinham sido abatidos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos